Nota de apoio

A Federação das CDLs de MS e a CDL Campo Grande vêm a público apoiar e enaltecer a atuação do desembargador André Luís Moraes de Oliveira, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que garantiu o fim da greve dos motoristas do transporte coletivo em Campo Grande.

As entidades entendem que os direitos dos trabalhadores precisam ser respeitados, mas reforça que a população não pode ser penalizada no seu direito constitucional de ir e vir. O transporte público é serviço essencial e como tal precisa ter a garantia mínima de circulação.

O desembargador, que já havia acolhido a tese de abusividade da greve, mediou a audiência de conciliação, com participação de representantes do Ministério Público do Trabalho e dos sindicatos patronal e dos empregados, garantindo o retorno da circulação de ônibus já na madrugada da quarta-feira (22).

Inês Santiago
Presidente da Federação das CDLs de MS

Adelaido Vila
Presidente da CDL Campo Grande

Imagem: MPT/MS