FCDL MS solicita à bancada sul-mato-grossense que derrube veto presidencial ao Refis

A FCDL MS – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso do Sul destaca a importância da lei que abriria um programa de renegociação de dívidas para microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte, enquadrados no Simples Nacional e que sofreu veto presidencial, na última sexta-feira (7).

O veto integral à proposta, por parte do presidente Jair Bolsonaro, pode ser derrubado pelo Congresso Nacional e trazer a possibilidade de negociação aos empresários.

Inês Santiago, presidente da FCDL MS, ressalta a necessidade do veto presidencial ser derrubado. “Os empresários ainda estão sangrando por causa de todas as restrições e impactos causados pela pandemia e precisando de ações que contribuam verdadeiramente com a retomada dos setores”.

“Temos certeza de que a bancada sul-mato-grossense fará sua parte e mais uma vez se sensibilizará para que os empreendedores possam ter a possibilidade de renegociação dos seus débitos”, pontuou a presidente.

Inês enfocou que é uma medida urgente e que a Federação das CDLs de MS conta com a derrubada do veto presidencial e que a lei possa ajudar na retomada econômica dos micro e pequenos.