Lojistas do Shopping CG aderem ao Dia Livre de Impostos realizado pela FCDL MS

A FCDL MS – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso do Sul fechou parceria com o Shopping Campo Grande, para a participação no DLI – Dia Livre de Impostos, que será realizado no próximo dia 27.

O evento, em Mato Grosso do Sul, é realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas, visando a conscientização dos consumidores quanto às altas cargas tributárias aplicadas no Brasil e a contraprestação deficiente em serviços de qualidade à população.

De acordo com a presidente da FCDL MS, Inês Santiago, esta é a 15ª edição nacional e a 3ª realizada no estado. “Na primeira edição tivemos a adesão apenas de Campo Grande, ano passado Dourados também participou e seguimos com a participação das duas cidades”.

Para a presidente, a adesão do Shopping Campo Grande, neste movimento de conscientização acerca da carga tributária é muito importante. “Temos certeza que a conscientização do consumidor será ainda maior e a visibilidade ao Dia Livre de Imposto também. O Shopping Campo Grande é um grande parceiro, que aceitou de imediato a nossa proposta”.

A gerente de marketing do Shopping Campo Grande, Ana Faustino, explica que a participação do empreendimento vai ajudar a fortalecer o varejo da capital como um todo. “Temos boas expectativas para essa ação. Ao mesmo tempo em que mostramos para o cliente e mesmo para o lojista sobre os impactos da alta carga tributária no segmento, trazemos o benefício de apresentar um produto com preço diferenciado, justamente para mostrar, na prática, o peso do imposto sobre cada produto.”

Conscientização e biossegurança

Além da participação das lojas, o Shopping vai ampliar a ação por meio das vendas on-line, que podem ser feitas com a assistente de compras do empreendimento. Por WhatsApp, o cliente faz seu pedido por meio do 99215-8326, com entrega de forma gratuita nas compras a partir de R$50 reais. Já para quem pretende ir presencialmente para olhar as oportunidades de preço, o empreendimento deve seguir com o protocolo de biossegurança, com as medidas para controle de aglomeração, possibilitando maior segurança aos clientes, colaboradores e lojistas.

 

Foto: Divulgação