DLI 2021: Impostossauro percorre lojas em Campo Grande

Uma maratona por diversos pontos de Campo Grande para mostrar e conscientizar a população sobre as altas cargas tributárias. Assim foi a manhã do DLI – Dia Livre de Imposto, realizado pela FCDL MS – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso do Sul.

As ações tiveram início na Escola Desafio Educacional – Rua Guia Lopes – 363 – Bairro Amambaí, com a participação do personagem Impostossauro, que devorou o lanche dos alunos para mostrar, de forma lúdica, o percentual de imposto pago em serviços e produtos.

A Escola Desafio Educacional, participou pela primeira vez do DLI. Durante mais de 20 dias, os alunos do 5º ano aprenderam sobre os impostos. “O fechamento hoje com o lanche do Bob’s, contribuiu ainda mais para que as crianças carreguem este conhecimento consigo e sejam multiplicadores em suas famílias”, avaliou Giedre Paula da Costa, diretora.

Depois, o Impostossauro visitou as lojas participantes na região central de Campo Grande, apontando as altas cargas tributárias nos produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos.

A presidente da FCDL MS, Inês Santiago, destacou a participação dos lojistas. “A Mix cosméticos, o Boticário e a Gazin abraçaram o DLI e contribuíram com a conscientização da população”.

A Gazin disponibilizou para os consumidores um aparelho televisor, que possui 65% de carga tributária. “Estivemos com o Impostossauro na loja e mostramos o tamanho da carga tributária. Esse produto, por exemplo, o imposto é mais da metade do valor que chega ao consumidor final. Simplesmente um absurdo”, ponderou a presidente da FCDL MS.

O Impostossauro visitou também o Empório Pistache, Óptica Neo Visião e Kion Cosmetics, lojas que aderiram ao DLI, ofertando produtos sem as cargas tributárias.

 

Foto: Mário Bueno, por Bureau de Planejamento